terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Pretérito (im) Perfeito

boliquei-me na comba,
neste vale entre altos montes.

assisti à tua génese.

onomatopaicamente te baptizo,
bideto nação te chamarei.

bolicaste-te num estrondo,
bideto nação que faz sismo nos vales.

um estrondo
que faz sismo nas combas onde gravitam fantasmas de outras eras.

bolicámo-nos na senda dos medos, dos misteriosos amanhãs,
dos futuros anunciados de ressurreições dos velhos testamentos.

vós, fantasmas das combas,
bolicastes-vos no deslumbramento dos poderes
que emergem
da profundeza dos vossos infernos.

a orgia, a orgia

a orgia do estrondo,
o estrondo que faz sismo
nas combas do pretérito perfeito.

boliquei-me no pretérito.

(im)perfeito.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.